Comissão da Câmara fará quatro debates sobre CPMF

A comissão especial da Câmara que analisa a proposta de prorrogação da cobrança da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) marcou audiências públicas para debater a proposta na primeira quinzena de setembro. Serão quatro reuniões para discussão, começando pelos ministros Guido Mantega (Fazenda), José Gomes Temporão (Saúde) e Luiz Marinho (Previdência), no dia 4 de setembro. No dia 5, será a vez do ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, e dos economistas Raul Veloso, Paulo Rabello de Castro e Celso Martone. No dia 6, a CPMF será debatida com o secretário de Receita Federal, Jorge Rachid, e com os ex-ocupantes do cargo Everardo Maciel e Osires Lopes Filho, além do professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Denis Rosenfeld.No último dia - 11 de setembro -, os debates serão com o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, o tributarista Ives Gandra e o economista José Roberto Afonso. Apesar de os debates seguirem até o dia 11, o governo quer o relatório pronto para ser lido na comissão assim que o prazo de dez sessões para apresentação de emendas à proposta tiver terminado, o que poderá ocorrer um dia antes, em 10 de setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.