Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Moro deve ser ouvido na Câmara dia 26 para explicar conversa com Dallagnol

Presidentes das comissões fecham acordo para aglutinar em um só vários requirimentos que convocam ministro da Justiça

Ricardo Galhardo e Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

12 de junho de 2019 | 14h58
Atualizado 13 de junho de 2019 | 09h40

BRASÍLIA – O presidentes das comissões de Direitos Humanos e Minorias; Trabalho, Administração e Serviços Públicos; Fiscalização Financeira e Controle e Constituição e Justiça da Câmara fecharam um acordo para aglutinar em um só os diversos requerimentos que convocavam o ministro da Justiça, Sérgio Moro, a prestar esclarecimentos sobre os diálogos entre ele e o procurador da República Deltan Dallagnol revelados pelo site The Intercept Brasil.

Segundo deputados, ficou acertado entre as comissões que Moro vai à Câmara no dia 26, a última quarta-feira antes do início do recesso parlamentar.  “O ministro está assombrado com as revelações, e ainda mais com o que poder vir por aí. Ele afinal, deve estar lembrando muito de tudo que fez”, disse o deputado Marcio Jerry (PCdoB-MA), autor de dois requerimentos.

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara aprovou nesta quarta-feira, 12, um convite para ouvir o ministro. O pedido inicial do deputado que apresentou a proposta, Rogério Correia (PT-MG), era de convocação (quando há uma obrigação legal de se comparecer), mas o pedido foi transformado em convite. 

Todos os pedidos pedem que Moro preste esclarecimento sobre o vazamento de supostos diálogos dele quando ainda era juiz da Lava Jato. Na terça, a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) do Senado informou que irá receber o ministro no próximo dia 19. Moro deve também comparecer à CCJ da Câmara no dia 26, mas essa data ainda não está fechada.

Mais conteúdo sobre:
Sérgio MoroDeltan Dallagnol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.