Comissão aprova processo contra deputado da meia no DF

Alvo de ação disciplinar, Leonardo Prudente era presidente da Câmara Legislativa antes do início do escândalo

Carol Pires, da Agência Estado,

25 Fevereiro 2010 | 13h31

A Comissão de Ética da Câmara Legislativa aprovou nesta quinta-feira, 25, a abertura de processo disciplinar contra o deputado distrital Leonardo Prudente (ex-DEM), conforme sugeria parecer do corregedor-geral da Casa, deputado Raimundo Ribeiro (PSDB), apresentado na quarta-feira. O relator do processo será Batista das Cooperativas (PRP), escolhido por sorteio. Dos cinco integrantes da comissão, quatro estavam presentes durante a votação - todos foram favoráveis à abertura de processo contra Prudente.

Veja também:

linkComissão pode aprovar cassação de deputados

link Arruda pede que Supremo adie julgamento

link STF não descarta hipótese de intervenção

link Corregedor pede processo contra deputados

especialEntenda a operação Caixa de Pandora

Prudente é acusado de ser um dos beneficiários do esquema de corrupção no governo local, conhecido como "Mensalão do DEM". Ele era, até o início desde ano, presidente da Câmara Legislativa. Eleito pelo DEM, ele pediu desfiliação do partido em dezembro e renunciou ao cargo de presidente após a Justiça determinar seu afastamento das funções.

O caso de Leonardo Prudente e de outros dois deputados - Eliana Pedrosa (PMDB) e Júnior Brunelli (PSC) - são considerados os mais graves porque não só foram beneficiados pelo esquema, como foram gravados pelo ex-secretário Durval Barbosa. Ao todo, o corregedor sugeriu abertura de processo contra nove deputados, oito governistas envolvidos no "Mensalão do DEM", além de Cabo Patrício, do PT.

Atual presidente da Câmara, Cabo Patrício, é acusado de ser autor de um projeto que tinha como objetivo beneficiar empresas do filho de Leonardo Prudente. A proposta foi aprovada no ano passado por unanimidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.