Comissão aprova dois novos depoimentos para o caso Varig

Senadores vão ouvir representante de trabalhadores e o deputado estadual Paulo Ramos (PDT)

Isabel Sobral, da Agência Estado,

18 de junho de 2008 | 11h23

A Comissão de Infra-Estrutura do Senado aprovou dois requerimentos para novos depoimentos sobre o episódio da venda da Varig. O primeiro é para ouvir um representante da Associação dos Trabalhadores do Grupo Varig, que participou do primeiro leilão judicial de venda da VarigLog, em 2006. O leilão foi anulado porque o grupo não comprovou condições financeiras para arrematar a empresa.   Veja também: Depoimento de Roberto Teixeira sobre caso Varig é adiado Entenda as denúncias contra a venda da Varig  Veja os principais pontos do depoimento de Denise Abreu Leia a reportagem do Estado que revelou o caso Varig    O segundo requerimento aprovado pela comissão é de convite ao deputado estadual Paulo Ramos (PDT), da Assembléia Legislativa do Rio. Ele integrou a Comissão Parlamentar de Inquérito, instalada na Assembléia Legislativa que investigou, no ano passado, a venda da companhia aérea. Os dois requerimentos foram aprovados depois do cancelamento da participação do advogado Roberto Teixeira na audiência desta quarta-feira, 18, na comissão.

Tudo o que sabemos sobre:
Varig

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.