Começa protesto na Candelária, no Rio

Começou por volta de 14h30, com a execução do hino nacional, a manifestação contra a presidente Dilma Rousseff em frente à igreja da Candelária, no Centro do Rio. O comando local da Polícia Militar não quis fazer uma estimativa da quantidade de pessoas no local, mas algumas dezenas se concentraram em frente a um carro do som, no cruzamento das avenidas Presidente Vargas e Rio Branco. O trânsito é normalmente fraco aos domingos e o fechamento das vias não causa transtornos.

VINICIUS NEDER, Estadão Conteúdo

15 de março de 2015 | 15h25

Segundo um dos organizadores do protesto, o corretor de imóveis Luiz Eduardo Oliveira, a ideia é reunir 500 mil pessoas no local. A manifestação foi organizada pelo autointitulado Movimento Resistência RJ. O protesto começou com discursos no carro de som. Oliveira afirmou, ao microfone, que o protesta não contava com financiamento de partidos políticos.

Entre os presentes, vários seguravam cartazes contra a presidente Dilma e o PT. A reportagem do jornal O Estado de S.Paulo contou pelo menos quatro faixas ou cartazes de apoio a uma intervenção militar.

Tudo o que sabemos sobre:
protestosDilma RousseffCalendáriaRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.