Começa julgamento de Josias Gomes na Câmara

Começou a sessão do plenário da Câmara convocada para votar o processo em que é pedida a cassação do mandato do deputado Josias Gomes (PT-BA), que admitiu ter sacado pessoalmente R$ 100 mil de uma conta do empresário Marcos Valério Fernandes na agência do Banco Rural em Brasília. O relator do caso, deputado Mendes Thame (PSDB-SP), está lendo seu parecer, no qual recomenda a cassação do mandato de Josias Gomes. Em sua defesa, o parlamentar alega que fez a retirada orientado pelo então tesoureiro do PT, Delúbio Soares, e que agiu "de boa fé", tanto que, ao fazer o saque, apresentou, para identificar-se, a carteira funcional de deputado federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.