Começa cobrança de pedágio no RS

A concessionária gaúcha Ecosul começará a cobrar tarifas de pedágio a partir da zero hora deste domingo nas rodovias federais BR-116 e BR-392. A cobrança bidirecional (ida e volta) terá início em duas praças localizadas no km 510 da BR-116 (Porto Alegre/Camaquã/Pelotas), na altura de Retiro, e no km 52 da BR-392 (Pelotas/Rio Grande), em Capão Seco. A tarifa é de R$ 2,20 para carros de passeio. Para caminhões e ônibus, o valor é de R$ 1,50 por eixo. Isto significa que, a partir de amanhã, um caminhão de seis eixos pagará R$ 9 para ir de Porto Alegre ao Porto de Rio Grande.A concessionária informou que até o fim de março também começará a cobrar pedágio na terceira praça que está sob sua administração, no km 430 da BR-116, na altura do município de Cristal. Na BR-116 e na BR-392 circulam cerca de 8 mil veículos diariamente.A Ecosul admite que tem enfrentado resistência dos usuários das estradas à cobrança dos pedágios, mas informa que pretende compensar o aumento dos custos com a melhoria dos serviços e das condições das estradas. No trecho administrado há atualmente quatro guinchos e três ambulâncias em funcionamento. Os usuários da estrada podem contatar os serviços pelo telefone 0800-531066.A Empresa Concessionária de Rodovias do Sul S/A (Ecosul) assumiu a concessão das duas vias no Rio Grande do Sul em julho de 1998, investindo R$ 30 milhões até dezembro de 2000 em obras e serviços. O plano de concessão prevê investimentos de R$ 170 milhões em 25 anos. Os acionistas da Ecosul são a Primav Construção Ltda, Construtora Triunfo Ltda, Ivaí Engenharia de Obras SA e SBS Construções Ltda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.