Começa campanha devacinação contra gripe para idosos

A partir de amanhã até o dia 26, pessoas acima de 60 anos poderão tomar vacina contra gripe em postos públicos de saúde. O ministro da Saúde, Barjas Negri, espera imunizar pelo menos 70% da população de idosos, que correspondem a 10,4 milhões de pessoas. Essa meta foi facilmente superada já na primeira edição da campanha de vacinação de idosos, em 1999, quando a cobertura vacinal foi de 87% da população idosa. Os postos também estarão aplicando vacinas contra difteria e tétano. O governo garante que a vacina protege mesmo contra a gripe e reduz o risco de internação hospitalar entre os idosos por complicações da doença causada pelo vírus influenza. Porém, o efeito esperado só ocorre após duas semanas da aplicação. Apenas os alérgicos a ovo e ao timerosal, pessoas com problemas neurológicos ou que tiveram a Síndrome de Guillain Barré não podem tomar a vacina. O produto é indicado até mesmo para cardíacos, asmáticos, diabéticos, hipertensos e portadores sintomáticos e assintomáticos do HIV e também para pessoas com problemas de baixa imunidade. Equipes volantes irão a hospitais e asilos para ministrar doses aos velhos.As garotas-propaganda desta quarta campanha são a atriz Nair Belo e a apresentadora Hebe Camargo, que fazem um diálogo divertido. Hebe conta vantagem de não ter tido mais gripe desde que começaram as campanhas contra gripe e tenta convencer a amiga a se vacinar. Nair, de malandragem, responde que quando completar 60 anos passará a tomar a vacina. As duas começam a discutir porque, visivelmente, Nair já passou dessa idade. O anúncio começou a ser veiculado na TVe as rádios já divulgam o forró "Tem que vacinar, não deixe a gripe te pegar".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.