Começa amanhã a oferta pública de ações do BB

Começa amanhã a operação de oferta pública de ações do Banco do Brasil (BB), informou o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O cronograma será o seguinte: o prazo de reserva da oferta ao varejo vai até o dia 22 de novembro; os trabalhadores que têm fundos FGTS aplicados em Petrobras e Vale do Rio Doce poderão migrar para o BB até o dia 13 de novembro; o "road show" (apresentações públicas) da operação começa no dia 18 de novembro e a expectativa é de que o preço da operação será fixado entre o final de novembro e início de dezembro. O presidente do BNDES, Eleazar de Carvalho, informou que essa operação terá como "público principal os investidores de varejo". O montante da oferta a ser destinado às aplicações via FGTS ficou entre R$ 300 milhões e R$ 500 milhões. As aplicações com FGTS terão valor mínimo de R$ 300,00 até 50% do saldo da conta do trabalhador. Melhor condição do mercado Eleazar de Carvalho disse que a melhora do mercado nas últimas semanas possibilitou o anúncio da oferta pública de ações do Banco do Brasil (BB). Segundo ele , o fim das incertezas com o cenário eleitoral contribuiu para a melhora do mercado e, consequentemente, para que os investidores estivessem mais abertos a olhar operações de longo prazo. O executivo lembrou ainda que o BB passou por uma grande reestruturação em sua gestão, desde 1996, e que o processo de maior transparência e governança corporativa será concluído com a entrada da instituição no Novo Mercado da Bovespa. Além disso, a oferta tem como objetivo também fortalecer o mercado de capitais. Equipe de transição foi informadaO presidente do BNDES contou que a equipe de transição no novo governo foi informada sobre a operação de venda de ações do Banco do Brasil (BB). Ele limitou-se a dizer que a equipe foi comunicada, mas não fez nenhuma sugestão. "O BNDES informou a equipe de transição na condição de gestor do PND (Programa Nacional de Desestatização)", disse. A campanha publicitária para a oferta das ações do governo no Banco Brasil (BB) começa hoje mesmo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.