Começa a despoluição dos Lagos do Horto, em SP

O governador de são Paulo, Geraldo Alckmin, e o secretário estadual do Meio Ambiente, Ricardo Tripoli, anunciaram neste domingo o início das obras para a despoluição dos lagos do Parque Estadual Alberto Loefgren, no bairro do Horto Florestal, na zona norte de São Paulo. Para tratar a água, será construída a Estação de Flotação e Remoção de Flutuantes. As obras para o processo de limpeza dos lagos ficarão a cargo da Sabesp e custarão R$ 790 mil. O governador comentou que o parque tem mais de um século e pode ser considerado o "pulmão" da cidade. "Os lagos estão muito poluídos, mas em oito meses estarão totalmente revitalizados." Alckmin afirmou que, ao longo desse período, um processo de coleta de esgoto também contribuirá para a melhora da qualidade da água. "Infelizmente, temos ligações clandestinas e leva um certo tempo para estendermos as redes de esgoto, mas tudo será feito para a despoluição." A água é contaminada por esgotos domésticos clandestinos lançados no Córrego da Pedra Branca, principal formador dos lagos do parque, que recebe o esgoto doméstico do bairro. Para o secretário Ricardo Tripoli, o sistema utilizado para a despoluição é simples e eficiente. "É uma obra barata que beneficiará toda uma região da capital." O processo de limpeza é simples. Um produto aglutinante, como sulfato de alumínio ou cloreto férrico, é colocado na água, fazendo a sujeira se agrupar em flocos e flutuar para ser recolhida e tratada. O sistema de flotação vem sendo utilizado com sucesso na despoluição dos lagos dos Parques do Ibirapuera e da Aclimação e também na irrigação das plantas do Projeto Pomar, adotado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente para a recuperação das margens do Rio Pinheiros. No Ibirapuera, os níveis de coliformes fecais foram reduzidos em 99,9% e o de fósforo em 98%. A transparência da água, hoje, chega a 90%.TietêAlckmin também anunciou o início das obras da Viaparque, no Parque Ecológico do Tietê. O trecho pavimentado tem 3,7 quilômetros e será coberto com blocos de concreto, permitindo que a água da chuva chegue até o lençol freático no subsolo do parque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.