Andre Dusek/AE - 02/08/2011
Andre Dusek/AE - 02/08/2011

'Combateremos a corrupção de forma sistemática', promete Dilma

Presidente ressaltou, porém, que a atuação do governo não será pautada por 'medidas midiáticas'

Leonencio Nossa, Celia Froufe e Renata Verissimo, da Agência Estado

02 de agosto de 2011 | 13h40

BRASÍLIA - A presidente Dilma Rousseff quebrou o silêncio em relação à nova onda de escândalos de corrupção na Esplanada dos Ministérios. Em rápida entrevista após o lançamento do Plano Brasil Maior de Política Industrial, no Palácio do Planalto, Dilma disse que o combate a corrupção é efetivo. "Combateremos a corrupção de forma sistemática, mas o governo não se pautará por medidas midiáticas", declarou, em resposta a uma pergunta sobre irregularidades no governo. Dilma não fez referências diretas às denúncias de irregularidades nos ministérios da Agricultura e da Cidades, pastas controladas, respectivamente, pelo PMDB e PP, novos alvos de acusações.

No mês passado, em julho, a presidente agiu rápido no caso da crise na pasta dos Transportes. Chegou a demitir 22 funcionários, incluindo o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento. Desta vez, com o PMDB, principal partido aliado do governo no centro da crise, ela adotou uma posição mais cautelosa, não tomou decisões nem fez declarações mais contundentes.

Na entrevista, Dilma ressaltou que o Plano lançado hoje visa aumentar a competitividade, a eficiência, a agregação de valores e o combate a práticas fraudulentas e desleais de concorrência. A presidente acrescentou ainda que, na próxima terça-feira será lançado o Super Simples.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.