Combate ao crime depende também das prefeituras, diz Alckmin

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou, na manhã de hoje, que o combate à criminalidade no Estado depende também de um trabalho conjunto com as prefeituras. "As cidades estão às escuras. Agora que acabou o racionamento de energia, as prefeituras precisam iluminar as ruas", disse. "Há outras medidas que podem ser feitas na limpeza pública e ações na área social." O governador citou ainda uma maior integração entre as guardas municipais e as polícias civil e militar como reforço na "batalha".Alckmin disse também que espera a regulamentação dos bloqueadores de celulares em presídios pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Anteontem, o presidente da agência, Renato Guerreiro, afirmou que vai recorrer da decisão da Justiça, que concedeu liminar para a instalação dos aparelhos em penitenciárias do País em até 30 dias. "É um problema que está há mais de um ano colocado e cabe à Anatel buscar uma solução. Hoje, a tecnologia sofisticada permite o uso de bloqueadores", disse o governador.Ele falou durante vistoria das obras do trecho oeste do Rodoanel Mário Covas. Até o fim de março, o governo deve inaugurar as pistas de ligação entre as rodovias Raposo Tavares e Régis Bittencourt, de 7 quilômetros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.