Combate à fome é um movimento mundial, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao responder a perguntas feitas por participantes da videoconferência do Annual Bank Conference on Development Economics - Europe, disse que a proposta para a criação de um fundo mundial de combate à fome, que levará à reunião do G-8 na cidade francesa de Evien, "é talvez a constituição do maior movimento de solidariedade que já foi feito na história da humanidade". Ele explicou que a proposta está sendo elaborada em conjunto com o Fórum Social Mundial e com o Fórum de Davos, entre outros, e que não deve haver paternidade deste programa. "Ou nós assumimos essa responsabilidade ou certamente os bens materiais que cada um de nós conquistou não compensarão a nossa passagem pela Terra", disse Lula. Segundo ele, a proposta consiste em unificar, sob a coordenação de um organismo multilateral, todos os recursos destinados ao combate à pobreza que são dispersos em milhares de entidades. Ele explicou que assumiu três compromissos principais em seu governo: o de acabar com a fome; o de promover uma campanha de alfabetização em escala inédita; e o de lançar um programa de geração de empregos, que inclui o do Primeiro Emprego, a ser implantado em até 30 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.