Comando da CPI dos cartões será decidido nesta quarta

Líder do DEM diz que governo pediu mais tempo para ver se consegue chegar a um acordo sobre cargos

Eugênia Lopes, de O Estado de S.Paulo

26 de fevereiro de 2008 | 14h22

Em reunião com o presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), e os lideres dos partidos aliados e de oposição ficou acertado que qualquer decisão sobre o comando da CPI Mista dos Cartões Corporativos será tomada até esta quarta-feira, às 14 horas. O líder do DEM no Senado, José Agripino Maia (RN), explicou que o governo pediu mais tempo para ver se consegue chegar a um acordo em relação ao comando da CPI.   Veja também: Garibaldi aposta em 'bom senso' na divisão de cargos da CPI Entenda a crise dos cartões corporativos   Após leitura, Senado instala CPI mista dos cartões   "Cada dia se consolida o direito do PMDB indicar", disse o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), principal defensor de que a presidência da CPI Mista fique com a oposição. O presidente Garibaldi Alves afirmou que ainda acredita no entendimento com a oposição. "Duas CPIs fica muito difícil de conciliar", observou Garibaldi. Se não houver entendimento o presidente do Senado deverá ler amanhã requerimento da oposição que cria uma CPI formada só por senadores.

Tudo o que sabemos sobre:
CPI dos cartõescartões corporativos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.