Com pouca criatividade, candidatos estreiam propaganda eleitoral no rádio

Maioria dos partidos repetiu fórmula nome-número-proposta, apenas o PT fez proposta diferente; horário gratuito na TV também começa nesta terça

Isadora Peron, de O Estado de S.Paulo

21 de agosto de 2012 | 08h50

Os candidatos a vereador da cidade de São Paulo estrearam no rádio na manhã desta terça-feira, 21. A primeira rodada do horário eleitoral gratuito nessa mídia foi ao ar às 7h. A próxima será às 12h. Na TV, o horário eleitoral começa às 13h, também com as propagandas dos vereadores.

 

Neste primeiro programa, poucos partidos conseguiram sair do modelo nome-número-proposta. Uma das únicas siglas que tentou inovar foi o PT, que apresentou o “Jornal para Renovar São Paulo” e foi a dois bairros da capital, M'Boi Mirim e Cidades Tiradentes, para falar sobre os problemas do transporte público.

 

Os postulantes a uma vaga na Câmara Municipal do partido foram apresentados como “candidatos do Lula e da presidenta Dilma”. A candidatura de Fernando Haddad à Prefeitura foi lembrada por todos eles, mas o ex-ministro não participou das inserções.

 

Já os candidatos a prefeito Paulinho da Força (PDT), Soninha Francine (PPS) e José Maria Eymael (PSDC) pediram, pessoalmente, votos para os vereadores de suas coligações. A ex-presidenciável Marina Silva (sem partido) também apareceu na propaganda, usando sua voz para promover Ricardo Young, que concorre pelo PPS.

 

Segundo a Lei Eleitoral, candidatos a prefeito podem aparecer nos programas dos candidatos ao Legislativo de suas coligações, mas somente para pedir votos para os próprios vereadores. Caso contrário, a candidatura pode ser punida com perda de tempo.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012propaganda eleitoral

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.