Com ou sem acordo, o relatório será votado hoje, diz Delcídio

O presidente da CPI dos Correios, senador Delcídio Amaral (PT-MS), disse que, "com acordo ou sem acordo, o relatório final será votado a partir das 17 horas de hoje". Segundo o senador, o relator, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), está negociando com parlamentares petistas a mudança de alguns trechos do relatório, mas ainda não há conclusões sobre o novo texto.Delcídio disse, também, que "o conceito do mensalão será mantido, porque o deputado Serraglio o considera o ponto forte do relatório dele", mas ponderou que "o deputado Serraglio tem que tomar cuidado para não ferir a base de sustentação do relatório".Segundo Delcídio, a CPI está em "regime de urgência" por faltarem menos de dez dias para seu encerramento. Com isso, a CPI poderá realizar sessão, mesmo que esteja em curso a ordem do dia no plenário da Câmara, onde será votada a recomendação de cassação do mandato do ex-presidente da Casa João Paulo Cunha (PT-SP).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.