Reprodução
Reprodução

Com o rosto coberto, Caetano pede paz nas manifestações de 7 de setembro

Cantor sugere que pessoas saiam às ruas com máscaras, em resposta às restrições em vigor no Rio

O Estado de S.Paulo

06 de setembro de 2013 | 15h02

O cantor Caetano Veloso pediu paz aos que forem às ruas nas manifestações previstas neste sábado, 7. O pedido foi postado nos perfis nas redes sociais acompanhado de uma foto em que o compositor aparece com o rosto coberto por um tecido preto. No texto ele sugere que os manifestantes saiam às ruas "mascarados como no carnaval".

 

O gesto, diz Caetano, é uma resposta "simbólica" às restrições de uso de máscaras durante manifestações. No Rio, a Justiça autorizou que mascarados sejam conduzidos a delegacias para serem identificados, ainda que não sejam flagrados cometendo crimes. No Distrito Federal, o governo anunciou nessa quinta, 5, que vai deter manifestantes que estiverem mascarados ou escondendo o rosto e recusarem a se identificar

 

"Em favor da paz, no dia 7 de setembro, todos deveriam sair mascarados como no carnaval, respondendo à violência simbólica, sem usar a violência. Proibir o uso de máscaras numa cidade como o Rio de Janeiro é uma violência simbólica", Caetano Veloso. #caetanoveloso #caetano #midianinja #ninja #blackbloc", escreveu o cantor.

 

A foto foi postada na noite dessa quinta, quando Caetano se encontrou com integrantes da Mídia Ninja para discutir as manifestações nas ruas. O grupo ganhou visibilidade com a cobertura em tempo real feita nas manifestações de junho.

 

Protestos. Neste sábado, estão previstos protestos em ao menos 135 cidades brasileiras de todos os Estados, de acordo com informações publicadas por movimentos nas redes sociais. Na pauta de reivindicações dos grupos há desde o combate à corrupção ao pedido por reforma tributária.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.