Com FHC, diante da TV Senado

O presidente Fernando Henrique Cardoso assistiu à acareação entre ACM, Arruda e Regina Borges do apartamento dele, no bairro de Higienópolis, em São Paulo. O jornalista Ruy Mesquita, que esteve com o presidente durante parte da transmissão da TV Senado, disse ao ?Jornal da Noite?, da Rede Bandeirantes, que FHC não escondia sua decepção com tudo aquilo. "Foi um negócio trágico ver aquele espetáculo, onde a única coisa séria que tinha lá era a dona Regina", disse o diretor responsável de O Estado de S. Paulo."Estomagado"Perguntado sobre se essa era também a opinião do presidente, o jornalista esclareceu: "Absolutamente. É isso o que eu posso falar, porque ele (FHC) não me disse para não falar. Ele estava tão estomagado quanto eu com o que viu. Ficou absolutamente claro que a dona Regina é a única pessoa que está falando a verdade". O presidente acentuou porém a Mesquita que a cassação ou não do mandato dos dois senadores não é um problema dele. "Ele me disse que não tem que dar palpite sobre isso, nem quer dar. É uma briga entre partidos que são a base de apoio dele no Congresso. Ele está desgostado com o que está vendo, mas não pode intervir nisso de maneira nenhuma, e nem dar palpite."ConjunturaRuy Mesquita explicou que a acareação no Conselho de Ética do Senado ocupou apenas o início de sua conversa com o presidente Fernando Henrique. Depois falaram sobre a conjuntura nacional e internacional, trocando idéias sobre como está indo o Brasil e as perspectivas para o restante de seu mandato. "Sobre o que ele pode fazer, o que ele não vai fazer até chegar à sucessão."CPISegundo Mesquita, o fato de o Congresso estar emperrado com tanta crise pode atrapalhar os últimos meses do governo, mas que o presidente não crê que a instalação da chamada CPI da corrupção criará um grande drama. "O problema vai ser deles (parlamentares), quando ficarem com o abacaxi na mão". ajuntou o jornalista. "O que eles vão fazer? Qual é a coisa concreta que eles vão examinar?"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.