Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Divulgação
Divulgação

Com discursos pró-PT e declaração de amor, Dilma começa viagem pelo NE

Em cerimônia de assinatura de obras em cidade do Piauí, prefeito 'lança' presidente à reeleição e dá o tom dos compromissos do PT pelo Nordeste, onde sigla busca retomar espaço político

O Estado de S.Paulo - atualizado às 15h33

18 de janeiro de 2013 | 13h14

O primeiro compromisso da presidente Dilma Rousseff no Piauí, na manhã desta sexta-feira, 18, marcou o começo de uma série de visitas a ao menos seis Estados do Nordeste até o início de março. Na tentativa de retomar espaço político na região, Dilma exaltou os programas sociais de sua gestão, ouviu seu nome ser "lançado" à reeleição em 2014 e até declaração de amor.

 

"Nós amamos a presidente Dilma Rousseff", disse ao final do discurso o governador do Piauí, Wilson Martins, durante a cerimônia de assinatura de ordens de serviço de obras de abastecimento na cidade de São Julião. Martins é do PSB, mesmo partido do governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Visto como provável candidato à Presidência em 2014, Campos tem forte influência política na região, o que vem gerando incômodo no PT e motivou a articulação da estratégia no Nordeste, tradicional reduto eleitoral da sigla.

 

"Depois da declaração dele (Wilson Martins) eu não tenho outra saída a não ser dar um empurrãozinho nas novas obras", brincou Dilma, que aproveitou para elogioar a parceria com o governador. "Somos parceiros em todos os projetos que tirarmos do papel. Sozinhos, vamos até um ponto, mas quando a gente pega junto, vamos mais longe. O que quero é ir muito mais longe aqui no Piauí", afirmou. Apesar da troca de gentilezas, a avaliação do PT é de que a sigla precisa melhorar a articulação com os governadores e prefeitos, em especial das cidades onde o PSB saiu fortalecido depois das eleições de 2012. A região é considerada crucial para o projeto de reeleição de Dilma.

 

Reeleição. Primeiro a falar na cerimônia, o prefeito da cidade, José Neci (PT), abriu a série de elogios aos governos Dilma e Lula e, ao falar sobre novas obras no município, projetou a petista na Presidência em 2014. "Seja ainda no seu mandato ou numa segunda gestão presidencial, que certamente a população há de lhe assegurar em 2014, reconhecendo o brilhante trabalho que vossa excelência vem desenvolvendo", afirmou. "Reforçamos o compromisso de defender sua base, defendendo que a senhora continue à frente desse projeto", complementou o prefeito. Em seguida, discursou o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, que enumerou os investimentos do governo federal no Estado. Já Dilma focou sua fala nos programas sociais e fez poucas menções às obras - parte delas em atraso e motivo de mal-estar para o Planalto, como a Transnordestina.

 

Ainda nesta sexta, Dilma participa de outro evento em Teresina, onde entregará unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida. Depois do Piauí, os próximos destinos da presidente devem ser Pernambuco, Ceará, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
dilmaeleições 2014eduardo campos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.