Com dengue, produção de repelentes bate recorde, diz IBGE

Em meio à epidemia de dengue noRio de Janeiro, a produção nacional de repelentes bateu recordeem fevereiro ao apresentar uma expansão de 170,2 por cento noconfronto com igual mês de 2007, informou o InstitutoBrasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nestaterça-feira. "A gente observou um crescimento excepcional em fevereiro eachamos que se deve ao aumento da demanda pelo produto (devidoà epidemia de dengue)", disse Silvio Sales, economista do IBGE. "Há informações de que o repelente está em falta nasfarmácias do Rio e o Estado está importando de outros locais",acrescentou o economista. A epidemia de dengue já matou 67 pessoas no Estado desde oinício do ano e na segunda-feira começaram a funcionar trêshospitais de campanha montados pelas Forças Armadas para ajudara tratar a população. Em 2007, houve 31 vítimas fatais dadoença no Estado. (Por Rodrigo Viga Gaier)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.