ERALDO PERES/AP
ERALDO PERES/AP

Com crise em Manaus, Bolsonaro causa aglomeração em festa de aniversário, em Brasília

Sem máscara, presidente vai a evento no Clube Naval, interage com presentes e posa para fotos

Vinícius Valfré, O Estado de S.Paulo

16 de janeiro de 2021 | 21h20

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro provocou aglomeração ao comparecer a uma festa de aniversário no Clube Naval, em Brasília, na tarde deste sábado, 16. Sem máscara, ele interagiu e posou para fotos com populares.

O compromisso não estava na agenda oficial de Bolsonaro que deixou o Palácio da Alvorada por volta das 15h20. O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente, também esteve no local.

A confraternização ocorreu em uma área aberta do clube. Apenas poucos convidados faziam uso da proteção facial, item ainda de uso obrigatório durante a pandemia da covid-19. A festa reuniu dezenas de pessoas, com atrações para crianças.

A aparição pública de Bolsonaro é a primeira após o panelaço em protesto contra a maneira como o governo lida com a crise em Manaus, que enfrenta um colapso no sistema de saúde, com o aumento do número de casos de covid e a falta de oxigênio nos hospitais. A manifestação foi registrada nesta sexta-feira, 15, em capitais de todas as regiões do País. Neste sábado, foram registrados novos panelaços. 

Antes de ir ao evento, Bolsonaro usou as redes sociais para dizer que o governo envia material humano e oxigênio ao Amazonas desde o início da pandemia. 

Pouco antes de Bolsonaro deixar o clube, por volta das 17h10, uma mulher se aproximou da cerca do local para gritar "assassino" e "genocida". Pessoas que estavam dentro do clube responderam com "vai pra Cuba".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.