Com apoio de Lula, Arraes tira PTB da disputa pelo TCU

Favorita na briga pela vaga de ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), a líder do PSB na Câmara, Ana Arraes, conseguiu tirar o líder do PTB na Câmara, Jovair Arantes (GO), do páreo, uma semana antes da eleição. Sob pressão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de governadores como o de Pernambuco, Eduardo Campos, filho da candidata, os deputados do PTB apelaram ao líder para que ele desistisse da disputa e seguisse na liderança. Jovair renunciou hoje à candidatura.

CHRISTIANE SAMARCO, Agência Estado

13 Setembro 2011 | 20h37

"A bancada abriu mão de disputar e praticamente fechou em favor de Ana Arraes. Ela vai ganhar esta eleição", previu o ex-líder petebista Nelson Marquezelli (SP), logo depois da reunião de bancada em que Jovair abandonar a disputa para atender aos liderado. Com isto, foram canceladas as prévias em que os quatro candidatos dos pequenos partidos (PTB, PP, PR e PSC que deveriam escolher) escolheriam amanhã o nome mais forte para enfrentar a eleição no plenário, na semana que vem.

Em campanha pelo TCU há mais de um ano, Jovair estava certo de que ganharia as prévias do chamado baixo clero. Mas os pedidos para que abrisse mão da disputa vieram de todo lado, especialmente dos quatro deputados do PTB pernambucano. Mas foi só depois da desistência formal que o governador pernambucano lhe telefonou pedindo o apoio para Ana Arraes.

Apoio de peso

Não foi apenas no PTB que a presença de Lula no corpo-a-corpo da campanha, pedindo votos para a socialista, deu resultados. O apoio de Lula constrange o líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves (RN), a trabalhar o voto dos petistas em favor do candidato do partido ao TCU, deputado Átila Lins (AM). Em conversas de bastidor, Alves deixou claro que agirá com todo o cuidado para não confrontar Lula.

Mais conteúdo sobre:
TCUAna ArraesLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.