Com 54% dos votos, pedetista é eleito prefeito de Londrina

Em eleição fora de época - graças à cassação de Antônio Belinati (PP), que foi eleito em outubro de 2008, mas nem chegou a tomar posse -, o deputado Barbosa Neto (PDT) se elegeu ontem prefeito de Londrina, a 400 quilômetros de Curitiba. Em uma disputa apertada, o pedetista, com apoio do próprio Belinati, derrotou nas urnas o deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB). Barbosa Neto obteve 135.507 votos (54,12%), ante os 114.867 (45,88%) de Hauly. Os votos em branco somaram 7.004 (2,57%) e os nulos, 15.624 ((5,72%). A diplomação do novo prefeito, terceiro colocado na primeira eleição, deve acontecer até 28 de abril, segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR). Após esse prazo, a Câmara Municipal terá uma semana para confirmar a nomeação, o que deve ocorrer até 5 de maio.Em sua primeira coletiva de imprensa, Barbosa Neto preferiu valorizar o trabalho do servidor público e ressaltar o cronograma de obras que, segundo ele, o município necessita. "Vamos apertar o cinto, pois nossa cidade precisa de muitas obras, principalmente, e também temos muitos compromissos a serem executados."Em meio às promessas, ele prometeu reduzir o número de secretarias, como forma de economizar, e ainda tornar a gestão mais participativa. "Nós temos um número excessivo de secretarias, de cargos de comissões, então vamos reduzir isso, valorizar o trabalho dos nossos servidores de carreira. Nós queremos a participação de toda a sociedade em nosso governo."

Julio Cesar Lima, CURITIBA, O Estadao de S.Paulo

30 de março de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.