Coaf não encontrou operação atípica de Lorenzetti

Ex-diretor reivindica uma retratação da CPI por tê-lo transformado 'de testemunha a investigado'

Agência Brasil

09 de abril de 2008 | 21h04

O Conselho de Controle das Atividades Financeiras do Ministério da Fazenda (Coaf) encaminhou ofício ao presidente da CPI das ONGs, senador Raimundo Colombo (DEM-SC), informando que o banco de dados do órgão não encontrou qualquer operação financeira atípica efetuada em contas do ex-diretor da Unitrabalho Jorge Lorenzetti.   O ofício foi enviado no dia 3 de abril, em caráter sigiloso, e tornado público nesta quarta-feira, 9, pelo próprio Lorenzetti. Ele reivindica uma retratação no relatório final da CPI por tê-lo transformado "de testemunha a investigado."

Tudo o que sabemos sobre:
CPI das ONGs

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.