CNT/Sensus mostra que 50,4% apóiam nova candidatura de Lula

Uma maioria estreita aprova umamudança na Constituição para que o presidente Luiz Inácio Lulada Silva possa se candidatar novamente à reeleição, mostrounesta segunda-feira pesquisa da Confederação Nacional doTransporte, feita pelo instituto Sensus. Entre os entrevistados, que responderam pela primeira vez atal pergunta, 50,4 por cento são favoráveis à mudançaconstitucional para que Lula tente um terceiro mandato. Oscontrários totalizaram 45,4 por cento e 4,3 por cento nãosouberam responder. Como a margem de erro da pesquisa é de 3 pontospercentuais, os índices não podem ser considerados definitivos. "Tecnicamente há um empate, mas ainda é um apoio muitoexpressivo à possibilidade de terceiro mandato", disse odiretor do instituto Sensus, Ricardo Guedes. Na hipótese de poder se candidatar a novo mandato, Lula foiconfrontado apenas com o governador de São Paulo, José Serra(PSDB), e teve 51,1 por cento das intenções de voto. Serraficou com 35,7 por cento. A avaliação do governo Lula bateu novo recorde recorde emabril, e chegou a 57,5 por cento ante 52,7 por cento emfevereiro, mês do levantamento anterior. Já a avaliaçãonegativa oscilou de 13,7 por cento para 11,3 neste mês. O desempenho pessoal do presidente Lula foi aprovado por69,3 por cento dos entrevistados, contra 66,8 por cento nasondagem anterior. O diretor do Sensus atribuiu a popularidade de Lula aoaumento da renda e ao crescimento econômico. "Lula está capitalizando bem o PAC (Programa de Aceleraçãodo Crescimento), dá uma sensação que o crescimento econômicoestá acontecendo por causa do PAC... uma sensação de um governoeficiente", acrescentou o presidente da CNT, Clésio Andrade. SUCESSÃO A pesquisa voltou a avaliar a intenção de voto para asucessão presidencial em 2010. Na votação espontânea, Lulaaparece em primeiro lugar, com 29,4 por cento das intenções devoto, seguido pelo governador de São Paulo, José Serra, com 5por cento. Na pesquisa induzida, sem Lula, mais uma vez Serra (PSDB)está na frente, com 36,4 por cento. Ciro Gomes (PSB) vem emsegundo, com 16,9 por cento, Heloísa Helena (PSOL), emterceiro, com 11,7 por cento, e Dilma Rousseff (PT), em quarto,com 6,2 por cento. A pesquisa CNT/Sensus foi realizada entre os dias 21 e 25deste mês, com 2.000 pessoas em 136 municípios do país. Amargem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para cimaou para baixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.