CNT/Sensus: cresce índice de rejeição a Dilma e Serra

Aumentou o índice de rejeição aos dois principais candidatos à Presidência da República. De acordo com a pesquisa CNT/Sensus divulgada na manhã de hoje, o porcentual dos eleitores que não votariam na candidata petista, Dilma Rousseff, passou de 28,9%, verificados em agosto, para 29,4% neste mês. Já a rejeição ao candidato do PSDB ao Palácio do Planalto, José Serra, subiu de 40,7% para 41,3%. A candidata do PV, Marina Silva, que tem a maior taxa de rejeição, conseguiu reduzir o índice, de 47,9% para 45%.

LEONARDO GOY, Agência Estado

14 de setembro de 2010 | 11h23

A pesquisa CNT/Sensus foi realizada entre os dias 10 e 12 deste mês e ouviu 2 mil pessoas em 136 municípios de 24 Estados brasileiros. O número de registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é 29.517/2010. A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos porcentuais para mais ou para menos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.