CNM: Suplicy teve mais emendas atendidas

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) é o parlamentar que mais conseguiu liberar recursos para o pagamento de suas emendas nos últimos três anos, de acordo com levantamento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM). O petista aparece no ranking de 2005 a 2007 com um valor de R$ 7,5 milhões pagos pelo governo para suas emendas. Logo em seguida aparecem outros parlamentares aliados do Planalto, como o ex-deputado Jorge Poeira (PT-SC), com R$ 6,9 milhões, e o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), com R$ 6,3 milhões, quase empatado com o deputado Odílio Balbinotti (PMDB-PR).De acordo com técnicos do Congresso, Suplicy lidera o ranking não apenas por ser do PT, mas porque faz poucas emendas, e encaixadas com as diretrizes do governo. Em 2005, por exemplo, ele apresentou apenas uma emenda destinando R$ 3,5 milhões para "ações de geração de renda para populações carentes de São Paulo" e foi atendido pelo Ministério do Desenvolvimento Social. Em 2006, ele repetiu a dose propondo mais dinheiro aos programas de transferência de renda, que também são carro-chefe de sua plataforma política.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.