CNM: Orindiúva-SP lidera ranking de boa administração

Um município de São Paulo, Orindiúva, classificou-se em primeiro lugar no ranking nacional das cidades que possuem gestão mais equilibrada nas áreas fiscal e social. Ao todo, 41 prefeituras do Estado estão entre as 100 mais bem posicionadas no Índice de Responsabilidade Fiscal e Social (IRFS), calculado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). A cidade gaúcha de Tupandi é a segunda colocada, Valentim Gentil, em São Paulo, é a terceira e a mineira Poços de Caldas, a quarta.Além de obter o mais alto índice deste ano, o município paulista de 4.985 habitantes também possui a melhor média entre 2002 e 2006. Numa escala de 0 a 1 (de pior a melhor), a exemplo do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), Orindiúva atingiu em 2006 uma nota de 0,664, quando a média nacional foi de 0,501. O IRFS reflete o desempenho dos municípios em 16 indicadores, como o nível de endividamento, a proporção da receita gasta em pessoal, investimento e custeio, e outros relacionados às áreas de saúde e educação, como porcentual de professores com nível superior na rede municipal, cobertura vacinal e taxa de mortalidade infantil. Ou seja, ele verifica como o município gasta os recursos públicos e os resultados que obtêm nas áreas sociais. Entre as capitais, apenas seis possuem um índice maior do que a média nacional, sendo Vitória, no Espírito Santo, a mais bem avaliada, com uma nota de 0,556, seguida de Palmas, no Tocantins; Teresina, no Piauí; Campo Grande, no Mato Grosso do Sul; São Paulo e Belo Horizonte. A capital pior classificada é Maceió, em Alagoas, com índice de 0,428.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.