CNJ atende mais de 500 pessoas no ES

O número de participantes da audiência pública realizada ontem pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no Tribunal de Justiça do Espírito Santo, superou as expectativas. Mais de 500 pessoas estiveram no salão pleno do tribunal, a maioria para denunciar morosidade na execução de precatórios e deficiências no sistema penitenciário. Presidida pelo Corregedor Nacional de Justiça, ministro Gilson Dipp, a audiência durou 4h30 e foi uma manifestação de cidadania, segundo ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.