CNJ adia votação do teto salarial para o Judiciário

O Conselho Nacional de Justiça adiou para a próxima terça-feira a votação sobre a resolução que estabelece um teto salarial de R$ 24,5 mil para os integrantes do Judiciário, segundo informa o site do Supremo Tribunal Federal.O presidente do STF, ministro Nelson Jobim, anunciou que a votação foi adiada para que conselheiros e entidades representativas da magistratura possam enviar propostas de emenda para a resolução. As entidades têm até esta quarta-feira para enviar suas sugestões, para que a secretaria geral do CNJ possa elaborar a nova proposta a ser votada na sessão de terça-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.