CNI/Ibope: desaprovação à gestão Dilma supera aprovação

A aprovação, que em junho era de 71%, sofreu queda em julho, chegando a 45%, enquanto a desaprovação subiu de 25% para 49% no período

Laís Alegretti, Daiene Cardoso e Ricardo Brito , Agência Estado

25 de julho de 2013 | 14h36

A desaprovação à maneira de governar da presidente Dilma Rousseff superou a aprovação, conforme a pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e do Ibope, divulgada na tarde desta quinta-feira, 25. A aprovação sofreu queda em julho, chegando a 45%. Em junho, o resultado foi de 71%. O porcentual de pessoas que desaprovam subiu de 25% para 49% no período.

As avaliações positivas e negativas empatariam no limiar de em um cenário hipotético, consederando-se a margem de erro de dois pontos percentuais, para mais e para menos. A CNI informou que a pesquisa foi feita entre 9 e 12 de julho, com 7.686 pessoas com mais de 16 anos de idade, em 434 municípios.

A proporção de pessoas que consideram o governo Dilma ruim ou péssimo subiu de 13% em maio para 31% em julho, revelou o levantamento. A parcela de brasileiros que classificam o governo como ótimo ou bom caiu de 55% para 31% no período. Aqueles que avaliaram o governo como regular passou de 32% para 37% em julho. Outro 1% não respondeu.

Há mais eleitores que não confiam na presidente Dilma Rousseff do que eleitores que confiam, de acordo com a pesquisa CNI/Ibope. A confiança dos eleitores na presidente caiu de 67% em junho para 45% em julho. Já a proporção de pessoas que disseram não ter confiança subiu de 28% para 50%.

Tudo o que sabemos sobre:
CNIIbope

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.