CNI lançará agenda legislativa para 2002

O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), senador Fernando Bezerra (PTB-RN), lança nesta quarta-feira (20/3), a Agenda Legislativa da Indústria 2002. O evento acontece às 12h30, em Brasília, no Salão de Eventos da CNI. A publicação, editada há sete anos, reúne os temas que a CNI entende como prioritários para o acompanhamento do trabalho legislativo. Este ano, as entidades industriais (27 Federações das Indústrias dos Estados e do Distrito Federal e 31 Associações Nacionais Setoriais) analisaram mais de 600 proposições legislativas, priorizando 125 que integram o documento.Além de temas tradicionalmente considerados importantes pela indústria, como sistema tributário, regulamentação da economia, legislação trabalhista, infra-estrutura, custo do financiamento e infra-estrutura social, o setor produtivo industrial destacou algumas prioridades: ao lado da reforma tributária, que continua sendo a grande reivindicação do setor, estão elencadas proposições relacionadas à reforma da legislação trabalhista; ao sistema nacional de gerenciamento de recursos hídricos; e à legislação de falências e concordatas. Outras proposições consideradas importantes estão relacionadas à inovação tecnológica, à biotecnologia e ao meio ambiente entre as quais destacam-se a Política Nacional de Resíduos Sólidos, Incentivos à Pesquisa e Inovação Tecnológica, Produção e Comercialização de Alimentos Geneticamente Modificados e Saneamento Básico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.