CNA reclama no Conselho de Ética contra ministro

A presidente da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), senadora Kátia Abreu, levará à Comissão de Ética do governo federal denúncia pública contra o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc. Nota publicada no site da instituição repudia a tentativa do ministro de, segundo a CNA, desqualificar os produtores rurais. Anteontem, Minc chamou os ruralistas de "vigaristas". "Um funcionário público que usa o posto que lhe foi confiado pelo presidente da República para desconstruir toda e qualquer ponte em direção ao diálogo com a classe produtiva deve responder pelos seus atos em todas as instâncias", diz a nota. "A construção de um Brasil ecologicamente responsável está sendo buscada pelo consenso. Ofensas e palavrões são intoleráveis."Ontem, a comissão especial sobre a crise financeira na agricultura da Câmara aprovou a convocação de Minc, para que participe de sua próxima reunião, no início de junho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.