Clodovil discute na Câmara ao explicar crítica às mulheres

O deputado estilista Clodovil Hernandes (PTC-SP) discutiu com a deputada Cida Diogo (PT-RJ) enquanto tentava explicar na Câmara a declaração polêmica que fez sobre as mulheres. Na semana passada, Clodovil afirmou que "as mulheres ficaram muito ordinárias, ficaram vulgares, cheias de silicone e hoje em dia as mulheres trabalham deitadas e descansam em pé".Na Câmara, deu explicações sobre o que havia declarado: "Eu cresci enfeitando as mulheres e, tenho consciência disso, foi só por isso que eu cheguei onde eu cheguei. Os meus votos são das mães de família, das pessoas que acreditam na televisão limpa que seu sempre fiz. Agora, é evidente: agradar a todos é impossível. Se Jesus não agradou, por que eu, um pobre mortal, agradaria a todos?""Eu disse isso para defender as mulheres", justificou-se o deputado estilista. E foi interceptado por Cida Diogo: "E dizer que todas ficaram ordinárias?", questionou. "Em uma entrevista de televisão, se todos falarem ao mesmo tempo, ninguém se entende", respondeu Clodovil. "Se a senhora precisa do meu apoio, use-o, tanta gente usa", continuou. "Eu tenho o meu próprio apoio", respondeu a deputada. Os dois foram repreendidos pelo vice-presidente da Câmara, Nárcio Rodrigues (PSDB-MG), por conta da discussão. Cida Diogo ganhou tempo na Câmara para responder ao deputado. Citou o trecho da entrevista em que o deputado critica as mulheres e falou que a bancada feminina - composta por 45 deputadas - luta pelos direitos das mulheres na Casa e disse que se sentiu ofendida pela declaração. "Não podemos concordar com esse tipo de coisa. Não podemos concordar que uma pessoa que representa esse parlamento se refira às mulheres desse jeito."A declaração de Clodovil sobre as mulheres foi feita minutos antes de se encontrar, no Palácio do Planalto, com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, para entrevista de seu programa de TV. Ele esclareceu, no entanto, que as críticas não se dirigiam à Dilma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.