Clarín dá destaque ao caso Waldomiro e ao ministério de Gil

Os jornais argentinos continuam dando ampla cobertura ao escândalo provocado pelas denúncias de corrupção contra o ex-subchefe parlamentar da Casa Civil, Waldomiro Diniz. O Clarín publica duas páginas sobre o assunto, com uma reportagem dedicada também à crise no Ministério de Cultura. Intitulada "Brasil: o Senado investivagá o governo por um caso de propinas", o Clarín detalha passo a passo o primeiro escândalo de corrupção no governo Lula e publica duas análises sobre o tema. Em uma delas, o autor levanta suspeitas sobre "a quem serve a dentada no pescoço do governo", em referência à uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) e às declarações do presdidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Maurício Corrêa, sugerindo a saída de Dirceu. O ponto de vista que merece destaque afirma "entre as pessoas que alentaram a CPI há grande parcela de paixão armada de ressentimentos pelo giro liberal de Lula".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.