Cirurgia do governador de SE correu bem, diz hospital

A operação para a retirada do nódulo pancreático do governador de Sergipe, Marcelo Déda Chagas, foi bem-sucedida, segundo informou o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. A lesão benigna foi retirada por meio de uma cirurgia que ocorreu entre as 13 horas e as 17h45 desta sexta-feira.

PRISCILA TRINDADE, Agencia Estado

02 de outubro de 2009 | 19h14

O governador foi internado ontem para a realização de exames que detectaram um nódulo pancreático. Durante exames complementares, a equipe médica considerou os resultados bons e descartou a existência de outros nódulos.

A equipe que o acompanha é coordenada pelos médicos Marcel Cerqueira César Machado e Roberto Kalil Filho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.