Ciro: Serra e Aécio, unidos, seriam favoritos em 2010

O deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE), apontado como um dos presidenciáveis da base governista, afirmou hoje, no Recife, que se os governadores tucanos José Serra e Aécio Neves se unirem, estarão representando forças "potencialmente favoritas às eleições de 2010". "Eles estariam reunindo as mesmas forças que estavam reunidas antes da revolução de 30 (a chamada política do café-com-leite, quando São Paulo e Minas Gerais se revezavam no poder)", afirmou, em entrevista ao lado do governador de Pernambuco e presidente do seu partido, Eduardo Campos. "Dou valor a essas lições da história".Para Ciro, uma aliança entre os dois tucanos é improvável, mas possível de ocorrer. Para compensar um potencial favoritismo "do outro lado" é preciso, na sua avaliação, que, à época da eleição presidencial, o presidente Lula "esteja pilotando um incontrastável sucesso" e que a base aliada coloque a prevalência dos interesses nacionais acima de pretensões de poder. "O que devemos fazer hoje é ter muito juízo", complementou, ao explicar que "ter juízo" é não colocar candidaturas precocemente e nem vetar candidaturas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.