Dida Sampaio/ ESTADÃO
Dida Sampaio/ ESTADÃO

Ciro Gomes ironiza chapa com Lula e Alckmin: 'virado à paulista'

O ex-ministro dos governos Lula e FHC e pré-candidato à Presidência da República usou a redes sociais para se manifestar sobre a filiação de Geraldo Alckmin ao PSB

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de março de 2022 | 08h52

O pré-candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT) usou trocadilhos sobre São Paulo para ironizar a provável chapa Lula-Alckmin. Em publicação nas redes sociais, o ex-ministro afirmou que, em tempos de virado à paulista - um prato comum no Estado -, a sobremesa é “bolo com picolé de chuchu”, fazendo referência ao ex-tucano. Também disse que o metrô manda um recado à dupla: “Deixe a esquerda livre”. 

No transporte metroviário de São Paulo, a orientação é que os passageiros escolham o lado direito para permanecer nas escadas rolantes, deixando a esquerda livre para passagem. O presidenciável do PDT usou a expressão para criticar a presença de Alckmin na chapa do PT e insinuar que, sem a dupla, o caminho da esquerda para o Planalto seria desanuviado. Um dos argumentos de quem é contra a chapa é que o ex-governador paulista seria mais próximo à direita que à esquerda no espectro político. 

Ciro é um crítico ferrenho à aliança entre o petista e o ex-tucano. Ele já deu declarações contra a chapa em outras ocasiões. Durante evento em São Paulo este mês, por exemplo, ele criticou Guilherme Boulos (PSOL) por apoiar o PT nas eleições mesmo com a presença de Alckmin. “Crítico de goela”, ele disse.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.