Ciro Gomes critica saída de Serra do cargo

O pré-candidato do PPS à Presidência da República, Ciro Gomes, disse hoje que o presidenciável tucano, José Serra, está sendo irresponsável ao deixar o cargo de ministro da Saúde, no momento em que a epidemia de dengue se alastra no País. "A epidemia de dengue apenas começou. O ministro teria prazo até 5 de abril para de desincompatibilizar, mas preferiu deixar a função para cuidar de caraminholas eleitorais", disse Ciro Gomes, citando a mesma expressão usada anteriormente por José Serra ao afirmar que sua responsabilidade era trabalhar no Ministério da Saúde e não ficar cuidando de "caraminholas eleitorais".Ciro Gomes participou de reunião entre as bancadas federais, prefeitos e dirigentes do PPS, PTB e PDT, para discutir a composição de uma aliança partidária na eleição presidencial. Tanto Ciro quanto os presidentes do PDT, Leonel Brizola, e do PTB, José Carlos Martinez, reafirmaram a disposição de formalizar uma união para a disputa presidencial. Ciro Gomes ressaltou, no entanto, que por enquanto o compromisso é apenas verbal, "como os homens de bem costumam fazer".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.