Ciro e Aécio deixam em aberto união para 2010

O deputado Ciro Gomes (PSB-CE) e o governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), deixaram em aberto ontem a possibilidade de união na eleição presidencial de 2010. Eles sinalizaram que a aliança entre PT e PSDB em Belo Horizonte, tendo um nome do PSB como consenso, serve de laboratório a uma aproximação ainda maior entre os dois. ''Eu poderia votar no governador Aécio Neves com maior entusiasmo e prazer'', disse o deputado.Aécio comentou o deslize cometido mais cedo, quando afirmou que deixará o governo no início de 2010, antes do fim do mandato. Ele procurou desvincular a decisão à eventual candidatura presidencial. ''Quando eu disse no início de 2010, se eu vier a disputar qualquer cargo, eu devo me desincompatibilizar em março.'' O governador também minimizou a criação de uma frente de partidos contra a aliança entre PT e PSDB, que será coordenada pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa (PMDB), e pelo vice-presidente, José Alencar (PRB).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.