Ciro diz que esquema favorecerá candidato tucano

O pré-candidato do PPS à Presidência, Ciro Gomes, afirmou ontem, durante o desfile das escolas de samba do Grupo Especial, no Sambódromo, que não acredita no afastamento do governador Tasso Jereissati (PSDB) em relação à pré-candidatura à Presidência do tucano José Serra. Ele tentou minimizar o encontro de Tasso com a pré-candidata do PFL, Roseana Sarney, afirmando que os dois "são amigos, colegas governadores".Ciro fez um discurso empolgado, falou em "defesa do povo brasileiro" e disse acreditar que o "esquema de poder permanecerá intacto nas próximas eleições", o que favoreceria o candidato do PSDB."O que estamos vendo hoje vai parecer miragem nos próximos meses." Ele afirmou que o principal da aliança com o PDT e o PTB é a "formação de base ideológica". "O tempo de TV é secundário", disse. O candidato do PPS, que foi ao desfile com a namorada Patrícia Pillar, reclamou de falta de espaço na mídia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.