Ciro diz que Costa Neto "estava bêbado" ao criticar Palocci

O ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes, desqualificou as declarações do presidente do PL, Valdemar Costa Neto (SP), que criticou a política econômica e pediu a saída do ministro da Fazenda, Antonio Palocci, e do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. "Ele (Costa Neto) estava bêbado, embriagado, para dizer uma besteira daquelas", afirmou Ciro, que tem no município de Sobral o seu principal reduto eleitoral no Ceará. Ciro disse que tem uma vontade "muito grande" de sair candidato nas próximas eleições. Ele acrescentou que o presidente Lula sabe que ele tem essa vontade, mas sabe também que é "uma pessoa responsável que vai cumprir o seu dever".Ciro, que integrou a comitiva do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na viagem a Sobral, disse que ainda não decidiu se irá disputar a prefeitura de Fortaleza ou se irá trabalhar diretamente em uma campanha política de outro candidato. Ciro disse que seu coração está em Fortaleza, mas que tem até o dia 2 de abril para tomar uma decisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.