Ciro chama João Doria de 'playboy' descomprometido com a população

Possível candidato à presidência em 2018, Ciro Gomes disse que São Paulo e Minas Gerais vão experimentar um retrocesso grave

Igor Gadelha, O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2016 | 12h38

Fortaleza - O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) afirmou na manhã deste domingo (30), que cidades como São Paulo e Belo Horizonte vão experimentar "retrocessos graves" após as eleições municipais deste ano. No caso da capital paulista, o pedetista chamou o prefeito eleito da cidade, João Doria (PSDB), de "playboy" descomprometido com as necessidades da população. 

"Algumas cidades como Belo Horizonte e São Paulo vão experimentar um retrocesso grave. São Paulo, por exemplo, elegeu um playboy completamente descomprometido com as necessidades do povo", afirmou em entrevista na chegada a um colégio particular de Fortaleza para acompanhar a votação do prefeito, Roberto Cláudio (PDT), que disputa reeleição.

Ciro afirmou que seu aliado foi melhor prefeito do que ele. "Ele foi melhor prefeito do que eu, porque teve uma circunstância  (política e economica) melhor que a minha e porque eu fui prefeito por um ano e pouco", disse o ex-ministro que deixou a prefeitura Fortaleza para concorrer ao governo do Estado, para o qual foi eleito em 1990.

O ex-ministro avaliou ainda que a reeleição de Roberto Cláudio para o comando da quinta maior cidade do Brasil dá estímulo para sua candidatura à presidência da República em 2018. "Uma derrota aqui me tiraria muito o estimulo", afirmou Ciro. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.