Ciro: ACM e Arruda não merecem ser condenados previamente

O candidato à presidência da República, Ciro Gomes (PPS), disse hoje os senadores Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) e José Roberto Arruda (sem partido-DF), não merecem ser "condenado previamente" porque ele (Ciro) tem "uma formação democrática e jurídica". Ele negou que tenha se aproximado dos senadores para evitar uma possível cassação dos mandatos. "Dizer que estou me aproximando dos dois senadores não passa de molecagem da propaganda oficial do governo de Fernando Henrique Cardoso que está plantando esse tipo de notícia para desviar a atenção da atual crise", afirmou Ciro, que participou do 45º Congresso Estadual de Municípios. Segundo ele, o presidente "caiu do pedestal" e que "não é possível toda hora o presidente se desculpar junto à população" de que foi surpreendido depois de seis anos e meio no governo, se referindo à frase de FHC de que foi "pego de surpresa" pela crise energética.Para Ciro, FHC está perdendo uma das suas maiores virtudes, que seria a "serenidade". Ciro sugeriu que FHC tire férias, porque ele está "cansado" e sob carga de um stress muito grande".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.