Círio de Nazaré leva mais de 2 milhões às ruas de Belém

Mais de dois milhões de pessoas, segundo estimativa do Departamento Intersindical de Estudos e Estatísticas Sócio-Econômicas (Dieese) participaram neste domingo da maior romaria católica do mundo: o Círio de Nazaré, em Belém (PA). Durante sete horas, romeiros de várias partes do país e do exterior conduziram a imagem de Nossa Senhora de Nazaré pelos 4,5 km da Igreja da Sé, no centro histórico da cidade, até a Praça do Santuário. A segurança da multidão foi feita por 12 mil homens das Policiais Militar e Civil, além do Exército. Cerca de 500 pessoas foram atendidas nos postos da Cruz Vermelha ao longo do trajeto. Eram romeiros com pressão alta, desidratação devido ao forte calor e por não terem se alimentado para participar da procissão. Apenas um susto: um incêndio no prédio dos Correios, na avenida Presidente Vargas, foi controlado rapidamente pelo Corpo de Bombeiros. Foram dois pedaços de madeira que incendiaram durante a queima de fogos. O arcebispo de São Paulo, dom Cláudio Hummes, disse estar impressionado com o Círio de Nazaré. Ele caminhou entre os romeiros e pagadores de promessas, afirmando "nunca ter visto nada igual".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.