Cineastas fazem ato contra o impeachment no Rio

Manifestação 'Cinema Brasileiro Pela Democracia' também reúne lideranças comunitárias em defesa de Dilma e criticando o PMDB e Cunha

Fabio Grellet, O Estado de S.Paulo

29 de março de 2016 | 18h39

RIO - Um grupo de cineastas promove, na noite desta terça-feira, 29, em frente à estação ferroviária Central do Brasil, no centro do Rio de Janeiro, o ato "Cinema Brasileiro Pela Democracia", de crítica ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Segundo os organizadores, às 18h20 cerca de 200 pessoas participavam da manifestação. Enquanto cineastas e lideranças comunitárias fazem discursos de crítica ao PMDB e defesa de Dilma, um telão exibe vídeos, charges e frases com crítica ao presidente da Câmara, deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ao juiz federal Sérgio Moro e a outros personagens da atual crise política.

"Temos que alertar o povo, porque infelizmente já está tendo golpe, um golpe branco. Esse ato também serve pra mostrar que estamos alertas e para divulgar o ato (contra o impeachment) da próxima quinta-feira", afirmou o diretor e roteirista Vinicius Reis, um dos organizadores do protesto desta terça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.