Cinco vereadores são afastados em cidade mineira

A Justiça determinou o afastamento de cinco vereadores da Câmara Municipal de Januária, em Minas, até que se conclua instrução em ação de improbidade proposta pelo Ministério Público Estadual. Segundo o juiz Cássio de Azevedo Fontenelle, o grupo recebeu propina do prefeito afastado Joaquim de Aguiar (PMDB) para impedir a apuração de denúncias de irregularidades referentes à compra de R$ 280 mil em combustíveis, sem licitação. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.