Cinco integrantes do MST são mortos a tiros em Pernambuco

Dois homens em uma motocicleta abriram fogo contra os sem-terra; polícia diz que não tem pistas do crime

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

07 de julho de 2009 | 08h57

Cinco integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) morreram e outro ficou ferido após o grupo ser atacado ontem no acampamento Chico Mendes, no distrito de São Domingos, município de Brejo da Madre de Deus, no agreste de Pernambuco. Quatro homens foram executados na hora e uma quinta pessoa foi levada para Hospital de Brejo da Madre de Deus, onde morreu. Um sexto homem foi baleado e encaminhado ao Hospital Geral do Agreste, em Caruaru, e está fora de perigo.

Segundo informações do delegado Sergio Moura, responsável pela investigação, o crime aconteceu quando dois homens chegaram ao local em uma motocicleta. O grupo de sem-terra estava conversando quando foi abordado pelos suspeitos, que anunciaram um suposto assalto.

Entre os mortos está o líder do acampamento, João Pereira da Silva, de 39 anos. José Juarez Cesário da Silva, de 21 anos, Natalício Gomes da Silva, 36 anos, Jose Angelino Morais da Silva, de 43 anos, e Olímpio Cosmo Gonçalves são as outras vítimas, segundo o delegado. A polícia ainda não tem suspeitos do crime ou qual seria o motivo para a chacina.

Tudo o que sabemos sobre:
crimeterraMSTPE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.