Cid Gomes: PSB terá candidato à Presidência 'algum dia'

O governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), disse nesta terça-feira que o PSB deve ter candidato à Presidência da República "algum dia", mas reiterou que apoia a reeleição da presidente Dilma Rousseff nas eleições de 2014.

RAFAEL MORAES MOURA, Agência Estado

19 de fevereiro de 2013 | 15h50

"2014 será tratado em 2014. Eu defendo que a gente apoie a Dilma em 2014, me sinto à vontade para dizer pública e claramente isso, que se depender de mim, a gente apoia a Dilma em 2014", disse o governador a jornalistas, após cerimônia no Palácio do Planalto.

Apesar do endosso à presidente Dilma, Cid Gomes disse que o seu ideal é que o PSB "tenha um candidato algum dia". "Não quero ficar eternamente tendo de fazer essa opção PT ou PSDB, PSDB ou PT", afirmou.

Na avaliação do governador, 2013 é um ano que depende da economia. "Ela (Dilma) tem de ter essa preocupação. Esse ano é fundamental que o País volte a crescer, sob pena da gente ter uma queda maior que se traduza inclusive numa elevação do índice de desemprego", disse.

Sobre uma possível candidatura do presidente nacional do PSB, governador Eduardo Campos, à Presidência da República, Gomes respondeu: "O Eduardo é presidente do partido, tem mais deveres do que eu. Ele não pode simplesmente dar a posição dele, ele tem de ter uma posição de magistrado ali, porque essa questão num dado momento vai ser discutida. E o que eu vi dele, e senti do que ele está fazendo, dos passos que está dando, ele é solidário a Dilma e disse que o partido está do lado da Dilma".

Tudo o que sabemos sobre:
Cid GomesPSBeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.