Cid Gomes diz que e-mails sobre rede de espionagem são falsos

Governador do CE e seu irmão, ex-ministro Ciro Gomes, prometem processar autor das denúncias, o deputado Eudes Xavier (PT-CE)

Eduardo Bresciani, de O Estado de S.Paulo

05 Abril 2013 | 09h06

O governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), divulgou uma nota na noite desta quinta-feira, 4, afirmando que são falsos os e-mails divulgados pelo deputado Eudes Xavier (PT-CE) que mostrariam uma suposta rede de espionagem montada pelo governador e seu irmão, o ex-ministro Ciro Gomes. Os dois anunciaram que vão processar o deputado petista nas instâncias civil, criminal e política.

 

Xavier fez um pronunciamento nessa tarde e protocolou na presidência da Casa uma denúncia de que os irmãos Gomes estariam espionando o presidente de honra PR no estado, Roberto Pessoa, adversário político do grupo do governador. No documento, o deputado do PT afirma que recebeu em seu gabinete cópias de e-mails que comprovariam a acusação.

 

Na nota, Cid Gomes nega qualquer contato dele, de seu irmão ou de qualquer integrante do governo com ações de espionagem. Afirma ainda que as correspondências eletrônicas divulgadas pelo petista não seriam verdadeiras. “Todos os e-mails expedidos ou recebidos pelo governador Cid Gomes e seus secretários citados irresponsavelmente pelo Deputado do PT Eudes Xavier são falsos”, diz trecho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.